Operação Réveillon da Arcon-PA tem foco na segurança do passageiro

Neste final de ano, as equipes da Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Estado do Pará (Arcon-PA) estarão atuando em Belém e nas demais regiões do Estado. Até o dia 1º de janeiro de 2018, as fiscalizações são intensificadas, com foco em evitar atrasos nos horários de partida dos veículos dentro dos terminais, excesso de lotação e coibir o transporte não regularizado.

Serão destacados aproximadamente 70 servidores de ambos os modais para atuar na fiscalização do transporte intermunicipal de passageiros em mais de 25 localidades. Os agentes do grupo rodoviário estarão presentes em Santa Maria, Capanema, Bragança, Salinópolis, Mosqueiro, Alça Viária, Apeú, Altamira, Marabá, Abaetetuba, Santarém, Castanhal e no Terminal Rodoviário de Belém, com uma equipe de plantão.

A Agência terá fiscalização permanente em Itaituba, Tucuruí, nas rodovias BR-163, em Santarém, BR-230, em Vitória do Xingu e Altamira, e BR-155, em Marabá e Parauapebas. A fiscalização rodoviária é realizada em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Estadual (PRE) e Polícia Militar (PM).

“A Operação Réveillon foi planejada de maneira a assegurar que as equipes de fiscalização da Arcon-PA estejam presentes nas localidades onde consideramos existir um maior deslocamento de pessoas, como a região metropolitana de Belém e nos balneários”, esclarece o diretor de normatização e fiscalização da Agência, Karim Zaidan.

Para atender à demanda de passageiros, foram autorizadas viagens extras para Vigia, Bragança, Salinópolis, Marudá e Mosqueiro aproximadamente a cada 15 minutos, se necessário.

Hidroviário - Para garantir a fiscalização e a segurança aos usuários nos portos, trapiches e rampas do Estado, a Arcon-PA vai estar presente com equipes fixas em Belém, Salvaterra, Soure, Colares, Ponta de Pedras, Barcarena, Itaituba e Santarém. E com equipes volantes em Cachoeira do Arari, Bujaru, São Domingos, travessia de Algodoal e travessia do Meruú.

As equipes do grupo hidroviário atuam em parceria com a Capitania dos Portos, Companhia de Portos e Hidrovias do Estado (CPH), Grupamento Fluvial (Gflu), PM e Corpo de Bombeiros.

“Com isso, esperamos garantir o deslocamento seguro de quem procura o interior do Estado para as comemorações da virada do ano novo. A Arcon-PA espera que o usuário tenha consciência do perigo que é utilizar o transporte clandestino, aquele que não é autorizado pela Agência”, completa o diretor Zaidan.

Para que a viagem transcorra sem problemas, é necessário ficar atento a alguns detalhes, como a presença do selo da Arcon-PA nos veículos e embarcações, as condições do equipamento de viagem, se a lotação está sendo respeitada, e a existência de salva-vidas nos barcos e lanchas. Caso encontre alguma irregularidade, é seu direito não embarcar e fazer a denúncia na Ouvidoria ou para um fiscal da Agência.

Fiscalizações - Na tarde desta quinta-feira (28) o diretor de normatização e fiscalização reuniu-se com as equipes dos Terminais Rodoviário e Hidroviário de Belém para ajustar os últimos detalhes da operação. No Terminal Hidroviário, a previsão é de movimentação intensa a partir de sexta-feira. No Rodoviário, o fluxo de passageiros é intenso desde o período de Natal.

Durante a época de festas, a principal procura para o atendimento da Ouvidoria é sobre gratuidades. Somente no Terminal Rodoviário, são atendidas, em média, 30 solicitações diárias de usuários.

Serviço: Denúncias e pedidos de informação podem ser feitos pelo telefone 0800-091-1717, pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou diretamente no plantão dos pontos de atendimento da Arcon-PA nos terminais rodoviário e hidroviário, que funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

Texto e fotos: Vanessa Pinheiro - Ascom/Arcon